EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO

 

EDUCAÇÃO | FORMAÇÃO
A Fundação LVida pretendeu nesta área de intervenção aumentar as competências pessoais, sociais, escolares e técnico-profissionais, contribuindo para melhoria das condições de vida desta população. Entre a Educação e a Formação, a FLVida conseguiu alcançar cerca de 200 crianças, jovens e mulheres desempregadas, transformando diariamente as suas Vidas.

 

ESCOLINHA – ENSINO PRIMÁRIO
No ano de 2008, conseguimos fazer um acordo com o Ministério da Educação e passámos a ser um “anexo” da Escola Primária Eduardo Mondlane.

As nossas crianças de 6 e 7 anos passaram a frequentar a 1ª e 2ª classe nas nossas instalações com um professor destacado do ministério da Educação, mantendo o acesso às 2 refeições diárias da FLVida e ao seu ambiente protetor e profícuo.

No ano de 2010, com o apoio das empresas locais e dos voluntários do CISV foi reconstruída uma escola primária. Desde então e até ao ano de 2016, todas as crianças do ensino primário, da 1ª à 4ª classe, podiam frequentar a Escolinha da FLVida.

Neste momento, a Fundação L.Vida tem um novo foco estratégico: Vamos focar-nos nas mães, nos bebés e nas crianças até aos 5 anos de idade! Queremos, assim, dar mais e melhores oportunidades aos que mais precisam de apoio.

 

CENTRO INFORMÁTICO
Em 2008, em parceria com a APOIAR – Associação Portuguesa de Apoio a África, foi instalado o Centro Informático na sede da Fundação LVida.

Constituído por 4 computadores 4 UPS e 1 impressora, tem funcionado desde a sua abertura, sem interrupções, com 2 cursos diários, um de manhã e outro à tarde.

Cerca de 40 alunos foram formados todos os anos em Tecnologias de Informática com diploma e certificado.

O Centro Informático, permitiu também, que os alunos do ensino secundário e universitário residentes na cidade do Dondo, utilizassem os computadores para realizarem os seus trabalhos escolares e académicos, e fornecia ainda outros serviços como: fotocópias, impressões, consulta da internet…

 

CENTRO DE CORTE E COSTURA
O Centro de Corte e Costura foi um Centro de Formação de jovens, com serviços abertos à comunidade, cuja receita reverteu a favor do Refeitório, que alimentou diariamente 150 crianças desfavorecidas do Dondo.

 

PROJETO SAKANA
Piri-piri Sakana (denominação do tipo de piri-piri cultivado).

Através do Projeto Sakana, a Fundação LVida trabalhou diretamente com mulheres desempregadas, dando formação específica no cultivo e produção de piri-piri, contribuindo para a sua independência e autonomia e para a melhoria da gestão da economia familiar.

Na Fundação LVida, foi semeado em viveiros o piri-piri que depois de germinado foi entregue às famílias para que as mamãs cultivassem as árvores de piri-piri nos seus jardins. A FLVida garantiu a assistência, a formação e o acompanhamento técnicos e, depois de colhido pelas mamãs, garantiu também a sua compra a um preço justo para que seja confecionado e comercializado até chegar a sua casa!

Deste modo, a Fundação LVida deu a cada família e a cada mamã, a possibilidade de produzir o seu próprio piri-piri com a venda do produto final garantida, o que contribuiu para a autonomia e sustentabilidade familiar e que vai de encontro à Missão da FLVida.